Dicas para se preparar para remadas de longa distância de stand up paddle

Dicas para se preparar para remadas de longa distância de stand up paddle

É só aprender a remar que logo você começará a fazer planos para passeios cada vez mais longos. Um pulo até a próxima praia, uma remada até alguma ilha e por aí vai. Para colocar os planos em prática, no entanto, é importante se preparar.

Bati um papo com Leandro Ferraz, dono e instrutor da escola Mau Loa SUP, para pegar algumas orientações para os passeios mais longos. Recentemente, Leandro remou 41 km do Rio Piracicaba, faz uma travessia de 35 km em Vancouver, cruzou 35 km da Billings e agora está se preparando para uma prova de 33 km no Pantanal. Veja aqui as dicas:

1. Treine para o seu objetivo
Sem preparo físico, fica difícil. Não é porque você consegue percorrer uma distância correndo ou de bike que conseguirá fazer o mesmo percurso também de SUP. Na remada, vários fatores diferentes entram em jogo e podem fazer com que o trajeto exija mais de você. Sem o preparo adequado, além de correr o risco de ter uma experiência desagradável, você poderá ter algum tipo de lesão depois. Para iniciantes, uma remada de 10 km já é um bom desafio.

2. Mas é para treinar mesmo, ok?
De acordo com o objetivo, vale a pena consultar um personal para estruturar o seu treino. Leandro mescla os treinos na água com trabalho funcional, focando em aumentar a resistência. Ter um simulador de remo para fortalecer ou uma bola de pilates para treinar equilíbrio são algumas opções legais para quem não consegue remar com frequência ou mesmo para complementar o treino.

3. Conheça bem o trajeto
Busque o máximo de informações possível sobre o seu trajeto. Procure mapas, entre em contato com o pessoal local ou com alguém que já fez a remada que você pretende fazer. Em uma das remadas que completou no Canadá, Leandro fez o percurso planejado primeiro de skate – uma boa ideia para fazer um estudo do caminho e, de quebra, ainda ter uma outra experiência bacana no mesmo local.

4. Aproveite o percurso
Quando estiver pesquisando a rota, você pode já programar algumas pausas. Aproveite tudo o que o trajeto tem a oferecer – e aproveite também para descansar.

5. Planeje a sua alimentação
Dependendo do seu desempenho, uma remada de 10 km pode levar até três ou quatro horas. Pensar na sua alimentação e hidratação de antes e durante a remada é essencial para você evitar problemas. Veja aqui algumas dicas de nutrição. É bom conhecer o que funciona ou não com você para evitar qualquer enjoo no meio do passeio.

6. Escolha o equipamento adequado
Um equipamento adequado facilita bastante a remada. Para sua remadas mais longas, Leandro usa sempre modelos de pelo menos 12´6 pés (cruiser  ou race). Pranchas menores funcionam também, claro, mas vão te dar um pouco mais de trabalho.

7. Faça a mochila
Além de cuidar do que precisar para alimentação/hidratação, veja o que mais vale levar para garantir a sua proteção. Chapéu, protetor solar ou uma lycra com proteção são indicados. Um celular ou algum tipo de localizador vai bem para qualquer emergência.

8. Cheque a previsão
Seja a sua remada em rio, represa ou mar, cheque a previsão do tempo. Fique atento à previsão de chuva, velocidade e direção do vento, presença de neblina e, no caso de mar, as correntes e o swell.

9. Respeite os seus limites
Pegou tudo? Não se esqueça então do mantra: respeite os seus limites. Boa remada!

***

selo-mauloaUma vez por mês, o pessoal do Mau Loa SUP passa aqui no WeSUP para compartilhar boas dicas de stand up paddle. Localizada no trecho mais simpático da Billings, a escola conta com uma série de instrutores preparados para receber praticantes iniciantes e remadores experientes que querem melhorar a performance. Visite o site da escola para saber mais.

Thaís Viveiro

Thaís Viveiro é jornalista e praticante de stand up paddle. Está sempre atrás de dicas e experiências para evoluir na arte de remar em pé. Costuma remar no litoral norte de São Paulo.

  •  Ver todos os posts