Stand up para salvar a Great Bear Rainforest: dois documentários e um lugar incrível para conhecer

Stand up para salvar a Great Bear Rainforest: dois documentários e um lugar incrível para conhecer

O mundo ficou um pouco maior pra mim depois de dois documentários que vi ontem. Em 2010, o atleta canadense Norm Hann colocou no mar a sua prancha de stand up paddle para protestar contra um projeto de construção de um oleoduto no Canadá. Com uma ponta em Alberta, o oleoduto, se construído, vai até a costa oeste do país, a partir de onde o petróleo será transportado em navios petroleiros para outros países, passando pelas águas do ecossistema da Great Bear Rainforest, hoje uma das maiores florestas temperadas do mundo. Pra chamar atenção ao que está em jogo com o projeto (principalmente no caso de acontecer um vazamento), Hann percorreu de stand up um trecho da rota de um dos petroleiros. Uma viagem de 400 km e 11 dias, durante os quais registrou a natureza e o estilo de vida das comunidades que vivem na parte costeira da Great Bear.

A remada deu origem a dois filmes. Standup4Greatbear, lançado em 2011, é um incrível registro da travessia. Hann conta a viagem dia a dia, fala sobre os períodos de remada e também sobre as paradas em diversos pontos da costa. E o vídeo está disponível inteirinho na web! Veja abaixo:

Stand, lançado em 2013 e com uma produção mais robusta, tem um apelo emocional maior e imagens belíssimas. Inspirado pela remada do atleta canadense, o documentário traz ainda outros personagens envolvidos na luta contra o oleoduto. Dá uma olhada no trailer:

Achei muito bacana a iniciativa de Hann de dar maior visibilidade à Great Bear (além de acertadíssima a opção pelo stand up paddle, um dos equipamentos mais ecológicos que ele poderia escolher). Morei por um ano no Canadá e nunca tinha ouvido falar da floresta antes de ver os filmes. E não é pouca coisa: a região até leva o apelido de “Amazônia do Norte” por conta da sua rica biodiversidade marinha e terrestre. Imagina quantos outros lugares incríveis como este não temos nem noção de que existem? E quantos deles estão ameaçados e nunca vamos saber de nada?

Thaís Viveiro

Thaís Viveiro é jornalista e praticante de stand up paddle. Está sempre atrás de dicas e experiências para evoluir na arte de remar em pé. Costuma remar no litoral norte de São Paulo.

  •  Ver todos os posts